SAL | Surf at Lisbon Film Fest
7ª Edição - 1 a 4 de Novembro 2018
Cinema São Jorge

O festival internacional de cinema de surf SAL | Surf At Lisbon Film Fest regressa para aquela que é já a sua sétima edição, com um cartaz recheado de excelentes produções nacionais e internacionais, reforçando, como já é habitual, a aposta num olhar mais abrangente e alternativo no universo do surf mundial.

O SAL reafirma-se como um promotor da cultura do surf e dos seus valores mais puros, de ligação espiritual e física ao mar, à natureza e à arte, sendo o evento uma celebração dessa mesma cultura.

No âmbito do festival, através de eventos paralelos, reforça-se igualmente o cruzamento de várias formas de arte, como a ilustração, a fotografia ou a música; com o cinema e o surf como o cimento que as une, numa abordagem que tem sido uma das imagens de marca do evento desde a primeira hora.

Estarão presentes trinta e seis curtas metragens e doze longas metragens, das quais se podem destacar uma mão cheia de boas surpresas, em que se nota uma clara evolução no profissionalismo e nível de produção com que actualmente estas obras são encaradas.

Em primeiro lugar, cabe destacar a apresentação, na sessão de abertura, e em estreia absoluta, de uma produção portuguesa que, merecidamente, homenageia a vida e carreira daquele que foi a primeira grande referência do surf moderno competitivo em Portugal, João Alexandre, O Puto da Pin, surfista profundamente marcante para toda uma geração.

Também como cabeça de cartaz, e apresentado pela Billabong, Andy Irons - Kissed by God, aborda o lado menos conhecido da vida precocemente interrompida de um ícone do surf mundial, o triplo campeão mundial Andy Irons.

A merecer igualmente nota de destaque, e também produzido pela Billabong, Vague à l' Âme, um fantástico filme que conta com a presença de Shane Dorian e Benjamin Sanchis. Uma nova oportunidade para os muitos que não viram a sessão apresentada há alguns meses no Cinema São Jorge, e para todos os que quiserem rever, no esplendor do grande écran.

Não poderia ficar de fora dos grandes nomes no cartaz do SAL 2018 o muito aguardado Momentum Generation, de Jeff e Michael Zimbalist, que conta a história de uma geração de ouro do surf dos anos 90, desde Kelly Slater, passando por Rob Machado ou Shane Dorian, uma grande produção norte-americana em estreia absoluta em Portugal.

Uma nota para a presença de várias produções portuguesas, com destaque para a longa metragem de Tobias Ilsanker, Movement - A Journey Into Creative Lives, bem como várias curtas que reflectem a qualidade e dedicação que existe actualmente a nível nacional.

No que respeita a outras artes presentes no SAL, estará patente uma pequena exposição do trabalho fotográfico do artista João Paulo Serafim num diálogo com ilustrações de João Catarino, bem como uma exposição de fotografias impressas em processo de cianotipia, um processo de impressão fotográfica em tons azuis, da autoria de Inês Ambrósio.

Ainda na disciplina da arte fotográfica, irá poder contar-se com um workshop do fotógrafo Ricardo Bravo.

A artista Lizzy irá marcar novamente presença,  desta vez com ilustrações feitas “ao vivo” em cima de uma prancha longboard em  madeira, uma iniciativa da EGEAC em parceria com SAL.

Nesta edição a imagem gráfica fica novamente a cargo do Atelier Pedro Falcão.

Um agradecimento muito especial ao ilustre painel de jurados composto por, Diogo Alpendre, Miguel Bretiano, Pedro Falcão, Eurico Gonçalves, Inês Ambrósio, João Neto, e Mauro Motty.

O SAL agradece ainda à Joy Faktor - Nuno Miguel a criação dos vídeos do evento assim como à surfista e modelo Cláudia Pinto como protagonista dos mesmos.

A todos os que nos apoiam nesta edição também é de ressalvar o agradecimento. Billabong, Fly Black Bird, Hotel Inspira de Santa Marta, vinhos Fiuza, Ahua pelos troféus, Fuel TV, Beachcam, Agenda Cultural e Turismo de Lisboa pelo apoio na divulgação.

O SAL | Surf At Lisbon Film Fest é uma organização SALAC – Surf At Lisbon Associação Cultural, em parceria com a EGEAC, EM e Câmara Municipal de Lisboa, e em co-produção com o Cinema São Jorge.

Bilhetes à venda no Cinema São Jorge e através do site www.ticketline.pt

Sessões de Curtas Metragens: 2.5 Euros

PREÇO PACK 4 dias/8 sessões: 25 Euros

PREÇO PACK 5 sessões: 18 Euros

Bilhetes normais: 4 Euros

Bilhetes com desconto: -25 ou +65 anos: 3,5 Euros

O SAL 2018 contou com a presença de 36 curtas metragens e 12 longas metragens, e os grandes vencedores da sétima edição do SAL foram os seguintes:

Melhor longa: Priboi de Konstantin Kokorev

Menção Honrosa: Big Wata de Gugi Van Der Holden

Melhor curta: Empties de Nuno Dias

Melhor Produção Nacional: Way of Life de Blaze Hunter

Melhor fotografia: Priboi de Konstantin Kokorev

Melhor edição: Momentum Generation

Melhor banda sonora: Priboi de Konstantin Kokorev

Prémio de sustentabilidade: The Green Wave de Manu Bouvet